O Atlanta Falcons é daqueles times reconhecidos por serem tradicionais, mas não colecionam muitos títulos na National Football League, a NFL. Fundado em 1965, estreou sua primeira temporada no ano seguinte em um jogo contra o Philadelphia Eagles, mas a vitória só veio meses depois, contra o New York Giants.

Em mais de 50 anos de existência, o time de Atlanta acumula 805 jogos (13 nos playoffs), 341 vitórias, 437 derrotas e seis empates. Além disso, possui apenas seis títulos divisionais. No Super Bowl de 2017, foi a primeira vez que os Falcons chegaram perto do título desde 1998, quando venceram o New England, na pós-temporada.

Vale ainda falar que no Super Bowl LI, o New England Patriots venceu os Falcons em uma virada histórica. Depois de estar em desvantagem por 25 pontos a menos, os Patriots conseguiram o empate e venceram na prorrogação. Algo que nenhum time havia conseguido antes, o que, obviamente, não foi uma boa para fama do time de Atlanta.

Como você pode notar, os Falcons não têm a melhor campanha da liga. Em contrapartida, desbancam qualquer adversário quando o quesito é estádio. Inaugurado no ano passado, o Mercedes-Benz Stadium é um dos mais modernos da  NFL e dá inveja a qualquer um. Foram três anos de obras e o resultado é um estádio moderno, confortável, tecnológico e sustentável. Digno de sediar o Super Bown LIII.

Então, qualquer pessoa, amante ou não de futebol americano, que merece dar um passeio nas terras do tio Sam, com certeza não pode deixar de visitar o luxuoso estádio dos Falcons de Atlanta.

Continue a leitura e descubra esta obra de arte da arquitetura esportiva:

As “casas” do Atlanta Falcons

O Mercedes-Benz Stadium não é a primeira sede oficial dos Falcons. Até 1991, 26 anos após sua fundação, o time dividia a “casa” com o Atlanta Braves, da Major League Baseball, a MLB. Na época, ambos disputavam suas partidas no Atlanta-Fulton County Stadium.

No ano seguinte, os Falcons passaram a ter como sede o recém-inaugurado Georgia Dome, que pode receber mais de 71 mil torcedores e, até a construção Millenium Dome, em Londres, era considerada a maior estrutura em forma de cúpula do mundo.

Esta segunda casa dos Falcons sediou dois Super Bowls. Um em 1994, partida dos Dallas Cowboys e Buffalo Bills, e outra em 2000, com St. Louis Rams e Tennessee Titans.

Além disso, o Georgia Dome recebeu jogos de basquete e disputas de ginástica durante os Jogos Olímpicos de Verão de 1996.

No ano passado, o Atlanta Falcons ganhou o Mercedes-Benz Stadium e, provavelmente, não deve sair de lá tão cedo.

O deslumbrante estádio da Mercedes

Após três anos de obras, o novo estádio dos Falcons foi inaugurado e deixou até torcedores de times adversários com inveja. Considerado o estádio mais moderno do mundo, o Mercedes-Benz Stadium possui alta tecnologia e tem o design inspirado em um origami, no qual o teto retrátil pode cobrir toda a circunferência do estádio. Abaixo dele, há ainda um telão gigante em 360º.

Mas, isso é só o começo. Com visual futurista, o estádio não deixa a desejar quando se trata de conforto para o torcedor. As cadeiras são maiores do que a média de outros estádios, com cerca de duas polegadas a mais, e nenhum dos 75 mil torcedores que cabem lá dentro precisa se preocupar com filas na hora de pegar bebidas. É só se dirigir a uma das mais de 1.200 torneiras que servem 40 tipos diferentes de cervejas.

A obra, que custou erca de 4,6 bilhões de reais, tem 18 metros de altura e 355 metros de largura, com de 5.793 metros quadrados de pura tecnologia e inovação. Estas dimensões fazem o Mercedes-Benz Statium ser três vezes maior que o antigo líder na NFL, o estádio EverBank Field, de Jacksonville.

A sede dos Falcons é a segunda construção concluída de uma série de modernos estádios que devem ser levantados pelas franquias da NFL. Os próximos são o Los Angeles Stadium, casa dos Rams e dos Chargers, e o Las Vegas Stadium, futura casa dos Raiders.

Aposta na sustentabilidade

Além de moderno e confortável, o estádio do Atlanta Falcons surpreende pela preocupação com o meio-ambiente, sendo o primeiro estádio a receber LEED Platinum, a mais alta certificação de sustentabilidade do mundo.

Isto porque o Mercedes-Benz Statium tem lâmpadas de LED, estações de recarga de veículos elétricos, aluguel de bicicletas, que garantem uma locomoção sustentável de torcedores que moram nas proximidades, e até uma horta urbana.

Além disso, o visual futurístico da parte externa do estádio, que lembra um origami, possui cerca de 4 mil painéis solares que chegam a economizar quase 30% da energia que seria usada em um estádio comum. Sem falar na capacidade de armazenar o suficiente para iluminar o estádio em 10 jogos do time.

Outro fator que garantiu a certificação no quesito sustentabilidade foi a criação de um sistema de captação de água da chuva que faz com que a casa dos Falcons utilize 47% a menos de água do que o esperado para estádios que não dispõem dessa novidade tecnológica.

O projeto de sustentabilidade é do escritório HOK, mundialmente conhecido por apostar em arquiteturas inovadoras.

 

Então, o que você achou da “casa” do Atlanta Falcons? Deslumbrante, não é mesmo? Geralmente, obras como esta atraem todos os tipos de visitantes.

Se passar por lá em um dia comum de visitação seria especial, imagine como deve ser acompanhar o Super Bowl dentro do estádio? Não apenas por poder usufruir de todo o conforto proporcionado pelo ambiente, mas também por viver a vibração de estar no meio da torcida. Afinal, esse é o maior evento de dia único do mundo.

Já pensou assistir ao Super Bowl neste estádio e dividir esta emoção com os grandes parceiros de negócios de sua empresa? Fale com o time Top Service e descubra como realizar esta experiência inesquecível. Em 2019, o evento acontece em fevereiro!