Definir o País Basco não é tarefa simples. Região histórico-cultural, estende-se do Golfo de Vizcaya aos Pirineus, dividindo-se em sete províncias: quatro no norte da Espanha e três no sudoeste da Franca.

Comunidade autônoma de fortes tradições, guarda gastronomia aclamada, vilarejos pitorescos, vinícolas incríveis, uma linda costa, cidades de arquitetura ousada e até cenários de Game of Thrones. Uma Europa muito além do lugar-comum.

Fizemos uma lista de motivos para você considerar este destino como uma opção de incentivo sofisticada, diferente e exclusiva:

Explorar a história intensa e a cultura dessa região que fala o espanhol e o basco

A segunda região mais industrializada da Espanha, depois da Catalunha, o País Basco também é conhecido por sua luta separatista desde o século 19, mas a história local começa bem antes disso. Há registros de Bilbao, a capital da província da Vizcaya, do século 3 a.C.

A história da região remonta ainda a Luis 14, episódios da Guerra da Independência e investidas de Napoleão.

Admirar a arrojada arquitetura de Bilbao, a capital

Uma das cidades mais vibrantes do País Basco, Bilbao era um antigo centro industrial que se reinventou nos anos 1990, especialmente com a abertura do Museu Guggenheim, em 1997, do famoso arquiteto canadense Frank O. Gehry, que idealizou um projeto futurista.

Às margens do mar Cantábrico, com 300 mil habitantes, é a maior cidade do país, mas mantém o esplendor de palacetes, travessas e praças que transportam o viajante à Europa de 700 anos atrás. Do século 14, guarda o bairro medieval Casco Viejo.

Descobrir San Sebastián, a cidade da costa basca que reúne o maior número de estrelas Michelin por m2 do mundo

A aproximadamente uma hora de Bilbao está San Sebastián, meca gastronômica do circuito internacional. A cidade da costa basca reúne o maior número de estrelas Michelin por metro quadrado do mundo.

Nos bares, pode-se provar os famosos pintxos, as tapas ao estilo basco que são alta cozinha em miniatura.

Além da gastronomia, a charmosa cidade exibe edifícios art noveau na linda orla da Playa de la Concha, construções góticas como a Basílica de Santa María del Coro e palacetes dos séculos 19 e 20.

Em meados do século 19, conta-se que a rainha Isabel II sofria com problemas dermatológicos e foi aconselhada a tomar banhos de mar. Então, a corte espanhola decidiu passar os verões em San Sebastián, atraindo o jet set internacional. Nesta época, a cidade viveu sua belle époque, influenciada pela arquitetura da França. Um exemplo deste período é o antigo cassino da cidade, do início do século 20, hoje a prefeitura.  

Ser transportado ao passado na região de La Rioja, uma combinação com o roteiro pelo País Basco, e seus vilarejos pitorescos de castelos, mosteiros e montanhas

A região de La Rioja é uma possibilidade a ser combinada com o País Basco. Desvenda-se em vinhedos, montanhas, vilarejos, castelos, muralhas, mosteiros centenários e ruínas arqueológicas que narram a profunda história local.

Logroño, com seus 140 mil habitantes, é a principal cidade de La Rioja e foi capital gastronômica da Espanha em 2012.

Degustar vinhos raros, em vinícolas icônicas como a Marqués de Riscal

A mais vanguardista vinícola espanhola, entre as mais ousadas do mundo, a bodega Marqués de Riscal marcou o mundo do vinho.

A vinícola é uma das mais antigas de Rioja. Seu fundador, o diplomata Dom Camilo de Hurtado de Amézaga, (Marquês de Riscal e Alegre) recebeu, em 1858, o encargo de procurar um enólogo francês que pudesse ensinar aos riojanos a elaboração de vinhos segundo os métodos de Médoc, região francesa.

Há mais de 150 anos em atividade, a Marqués de Riscal nunca parou de inovar e investir na região.

O complexo que abriga a vinícola, conhecido como Ciudad del Vino, é um ponto turístico. O projeto, inaugurado em 2006, é de autoria do aclamado arquiteto Frank O. Gehry, que projetou o Walt Disney Concert Hall, a Casa Dançante de Praga e o Museu Guggenheim de Bilbao.

O cenário é surreal. Uma explosão visual futurista de cores, formas, dimensões e texturas. Imperdível!

Visitar cenários de Game of Thrones

Entre os cenários da série gravados no País Basco, está San Juan de Gaztelugatxe, na baía de Vizcaya. Na ficção, é ali que a personagem Khaleesi se emociona ao contemplar o castelo onde nasceu, o que é na verdade a igreja de São João Batista do século 12.

O local está ligado ao continente por uma estreita escadaria de pedras com 241 degraus em ziguezague. Desse ponto, é possível ter uma vista espetacular para o Mar Cantábrico, que esculpiu na ilha penhascos, túneis e arcos. É nos degraus que a personagem Daenerys Targaryen mostra seus bebês dragões a John Snow.

Descobrir uma Europa além do convencional, autêntica e exclusiva

Gastronomia aplaudida em todo o mundo, vinícolas criativas, vilarejos históricos, cidades modernas e charmosas, belas paisagens. O País Basco é um destino capaz de surpreender parceiros de negócios com uma Europa além do comum.

Conte com a Top Service para tornar real este roteiro inovador.