Como estabelecer metas alcançáveis para minha equipe?

  • Post Author:
  • Post Category:Blog
Como estabelecer metas alcançáveis para minha equipe?
como-estabelecer-metas-alcancaveis-para-minha-equipe

Você define metas, mas constantemente não atinge os resultados esperados? Pensa que o problema é interno, de gestão ou das equipes? Que tal avaliarmos a questão com um pouco mais de profundidade? Neste post, vamos explicar um pouco sobre o processo de criação de metas, afinal, essa é uma fase fundamental durante a elaboração do planejamento estratégico.

Hoje, entendemos que uma boa meta precisa atender a cinco elementos indispensáveis: especificidade, mensurabilidade, atingibilidade, relevância e temporalidade. Muitos conhecem esse padrão como metas SMART, cuja tradução para o português é “metas inteligentes”. Vamos descobrir um pouco mais sobre essas características importantes para estabelecer metas?

Especificidade

Nosso primeiro elemento corresponde à letra S de SMART (Specific ou Específica). Isso significa que a sua meta precisa ter especificidade, com dados, números e proporções exatas, como “atingir uma média de faturamento mensal de R$ 50.000”, “aumentar as vendas em 15%” etc. A falta desse detalhamento impede a compreensão de toda a equipe e o estabelecimento de padrões claros para a mensuração.

Mensurabilidade

Vimos que as metas precisam ser específicas, e isso tem total relação com o nosso M (Mensurable ou Mensurável). Afinal, se as metas não têm especificidade, fica impossível definir o indicador apropriado para medi-las e acompanhá-las, como o Retorno sobre o Investimento (ROI), o valor real de faturamento etc.

Atingibilidade

Claro, as metas definidas para a empresa precisam ser ousadas, mas isso não significa dizer que devam estar fora da realidade. Metas inalcançáveis costumam gerardesmotivação e desistência entre os colaboradores, gerando justamente o efeito inverso do que se pretendia originalmente. Por isso, agora é chegado o momento de cumprir com o requisito da Atingibilidade (ou Attainable) – o A de SMART.

Para definir metas atingíveis, o gestor precisa comparar o histórico de vendas do negócio e alinhá-lo às expectativas de mercado para os próximos anos. Para isso, ele deve buscar indicadores de instituições renomadas da sua área. Abrir o caderno de economia dos jornais também pode ser uma boa fonte de informação.

Relevância

Estamos chegando ao final da palavra SMART. O R significa Relevant, ou, em português, Relevância. Toda meta criada pela empresa precisa contribuir para que ela atinja os seus objetivos estratégicos de longo prazo e colaborar para o fortalecimento de cada um dos envolvidos no processo.

Em outras palavras, a meta deve ser vista como um degrau que, se superado, mudará o status quo do negócio, seja pela implementação de melhorias internas, seja pelo simples engrossamento do capital social.

Temporalidade

Por fim, a última letra de SMART, o T, que possui relação com a temporalidade (ou Time-based). Como o nome sugere, sua meta precisa de todos os elementos já mencionados anteriormente e, além disso, de um prazo claro para ser atingida, caso contrário, o gestor também perde a qualidade na mensuração.

Recompensas

Já vimos como estruturar uma meta pelo padrão SMART, mas agora é chegado o momento de falar um pouco mais sobre motivação. Sim, colaboradores motivados certamente conquistam resultados mais facilmente. Por esse motivo, é fundamental que a sua empresa pense em boas recompensas para eles.

Além de definir uma comissão justa para cada venda realizada, é preciso que o gestor pense fora da caixa, oferecendo gratificações como viagens de incentivo, brindes, entre outros. Fornecer uma recompensa estimulante é tão importante quanto estabelecer metas pelo padrão SMART.

Gostou das nossas dicas? Então que tal nos acompanhar nas redes sociais e ficar por dentro de muito mais novidades!?