Como motivar distribuidores de produtos agrícolas com turismo de incentivo

  • Post Author:
  • Post Category:Blog
Como motivar distribuidores de produtos agrícolas com turismo de incentivo
como-motivar-distribuidores-de-produtos-agricolas-com-turismo-de-incentivo

O mercado para os distribuidores de produtos agrícolas vem se expandindo e qualificando nos últimos anos. Alguns fatores têm contribuído para esse cenário cada vez mais promissor: o fortalecimento de cooperativas em várias regiões do Brasil, a entrada de players e capital estrangeiro e a expansão territorial dos agrodistribuidores nacionais.

Por outro lado, tornar a equipe de vendas desse setor mais produtiva é um grande desafio pela própria especificidade do mercado, que impõe dificuldades de expansão comercial. Para aproveitar o cenário positivo, é preciso motivar seus vendedores. Além das estratégias clássicas, como comissões e entrega de brindes, outras possibilidades — como o turismo de incentivo — podem funcionar não apenas como motivação, mas também como qualificação.

Veja algumas formas de premiação para motivar sua equipe na próxima campanha de vendas dos seus insumos agrícolas:

Turismo de incentivo como bônus e qualificação

A venda de insumos agrícolas é um setor que exige especialização dos vendedores. Nesse sentido, as viagens de incentivo podem ser uma dupla motivação: como premiação em si e como estratégia de treinamentos. Os vendedores com melhor desempenho podem participar de seminários e feiras do setor com as despesas pagas pelo programa de incentivo.

Essa é ainda uma excelente oportunidade para conhecer outros locais geográficos e estudar as possibilidades de expansão territorial das vendas, já que esse é um dos grandes desafios desse setor. Além disso, uma das principais vantagens do turismo de incentivo é seu valor simbólico e duradouro. Afinal, é muito mais fácil se lembrar do que se fez em uma viagem do que como se gastou um dinheiro de bônus.

Comissão 100% e comissão fixa mais percentual

A comissão 100% deve ser avaliada de acordo com o perfil dos seus vendedores. Para colaboradores que trabalham unicamente com um agrodistribuidor, esse método pode ser desmotivador, já que se ele não consegue vender não tem ganhos. Por outro lado, é um sistema que pode ser atrativo para vendedores autônomos de insumos agrícolas.

Por outro lado, o modelo de comissão fixa mais percentual traz mais segurança para os vendedores, já que eles terão um ganho fixo somado à possibilidade de melhorar os rendimentos aumentando a produtividade.

Premiação coletiva

A premiação coletiva é uma opção para quem quer, além de motivar a equipe, melhorar o desempenho do grupo como um todo. Nesse modelo a comissão é relacionada ao resultado de toda a equipe e os vendedores poderão trabalhar em cooperação para atingir as metas de vendas.

Comissão progressiva

Esse modelo permite criar campanhas de vendas para produtos e grupos de produtos específicos, já que se pode colocar um percentual de comissão diferente por valor de venda ou tipo de insumo. Assim, pode-se estipular que, para cada R$ 50 mil vendidos, a comissão será X% e ir escalonando esses valores. Todos os vendedores ganham e os que venderem mais são mais bem recompensados.

Nada impede que se mesclem os tipos de incentivos em uma grande campanha, como por exemplo o turismo de incentivo para o vendedor que se destacar nas metas mais ousadas e o escalonamento de comissão para os demais colocados. Seja qual for a metodologia de incentivo escolhida, o essencial é não comprometer a saúde financeira do negócio e garantir que o incentivo seja de fato motivador.

Ainda tem alguma dúvida sobre o tema? Quer compartilhar alguma experiência? Deixe seu comentário!