Como usar programas de incentivo para potencializar a marca de empregador

  • Post Author:
  • Post Category:Blog
Como usar programas de incentivo para potencializar a marca de empregador
como-usar-programas-de-incentivo-para-potencializar-a-marca-de-empregador

As chamadas gerações Y e Z começaram a entrar no mercado de trabalho nos últimos anos com uma nova perspectiva de como funcionam as relações de emprego. Se as gerações passadas tinham fidelidade e desejo de crescer em uma mesma empresa, agora há uma contínua busca por melhores condições e salários.

Isso mudou o perfil das grandes companhias e, já em menor escala, das médias e pequenas empresas, pois se tornou necessário investir na retenção de talentos como uma forma de garantir que os bons colaboradores continuem em seus quadros.

Esse investimento provou valer a pena, pois, além de reter talentos, também passou a chamar a atenção dos profissionais mais qualificados. Essa atração é o que chamamos de marca de empregador ou employer branding. Ou seja, é a imagem de mercado que uma empresa constrói como bom empregador para conseguir captar profissionais que agregarão valor à equipe.

Assim, para potencializar a marca de empregador, a empresa precisa consolidar uma cultura interna de programas de incentivo e atrativos para seus próprios colaboradores, assim como para atrair outros talentos. Eles podem ser de 2 tipos: financeiro, quando a premiação é feita como dinheiro, ações ou outras formas pecuniárias; ou não financeiro, quando a premiação é dada em forma de privilégios, passagens, eletrônicos e outros bens.

Para saber como instituir bons programas de incentivo na sua empresa, continue lendo o post a seguir!

Bônus financeiro

Um dos programas de incentivo mais comuns é oferecer premiações em dinheiro ou com ações da bolsa da empresa para colaboradores que cumpram as metas ou se destaquem dentro da equipe. Esse é um método prático e fácil de se realizar, mas que precisa ter alguns cuidados.

Primeiro, é importante não criar um clima de competição, de forma que o bônus seja dado a todos que cumpriram o requisito, e não só aos 3 melhores, por exemplo. Segundo, é importante que esse bônus efetivamente possa ser alcançado. Metas que beiram o impossível são, na verdade, desmotivadores para as equipes.

Prêmios

Distribuir prêmios é uma boa forma de garantir uma socialização entre os empregados e garantir uma boa forma de incentivo. Esses prêmios podem ser sorteados, contando com o fator sorte, ou dados para colaboradores que cumpram certo tempo de casa, alcancem determinada meta, mostrem um trabalho engajado, etc.

Podem ser artigos eletrônicos, como notebooks, tablets ou smartphones; viagens com acompanhantes com tudo pago; um jantar em um bom restaurante, dentre outros produtos e serviços.

Benefícios

Garantir benefícios aos colaboradores é uma excelente forma de potencializar a marca de empregador. Eles podem ser permanentes, como plano de saúde, plano odontológico ou seguro de vida, ou mesmo concedidos vinculados ao tempo de casa, metas e trabalho destaque, como maior tempo de férias, dias de abono extra, horas de folga.

Muitas vezes, os benefícios podem valer mais ao colaborador que o dinheiro em si, e com uma boa estratégia podem sair por um custo razoável para a empresa.

Aprimoramento

Outra forma de investir em um programa de incentivo para reter talentos é garantir o aprimoramento profissional do profissional. Isso significa oferecer cursos, treinamento ou auxílio no pagamento de cursos, por exemplo. Isso não apenas é uma excelente forma de consolidar a marca de empregador, como se reveste em investimento para a própria empresa.

Com essas 4 estratégias, já é possível criar programas de incentivo que vão potencializar a marca de empregador da sua empresa! Alguma dúvida? Tem alguma outra forma que aplica? Deixe escrito nos comentários abaixo!