Leste europeu: 5 atrações imperdíveis para uma viagem de incentivo

  • Post Author:
  • Post Category:Blog
Leste europeu: 5 atrações imperdíveis para uma viagem de incentivo
leste-europeu-5-atracoes-imperdiveis-para-uma-viagem-de-incentivo

O Leste Europeu reserva riquezas arquitetônicas, belas paisagens naturais e alguns cenários dignos de contos de fadas. Fazer uma viagem para essa região é um verdadeiro mergulho na história do velho continente, além da chance de vivenciar uma experiência cultural impressionante.

Com tantas qualidades, o local se torna uma das grandes opções de destinos internacionais para viagens de incentivo. Afinal, proporcionará aos parceiros uma oportunidade de conhecer terras que talvez nunca tenham cogitado visitar. Se a ideia é surpreender, pode apostar no Leste Europeu!

A seguir, apresentamos uma seleção de atrações imperdíveis. Confira!

1. Parlamento Húngaro de Budapeste, Hungria

O Parlamento Húngaro é uma linda construção em estilo neogótico, datada de 1902, à margem do Rio Danúbio. A melhor forma de observá-lo é se dirigindo ao lado oposto do rio. Dessa forma, dá para tirar uma bela foto do local.

Se o lado de fora chama atenção, aguarde até conhecer o interior. Há muitos objetos de ouro, diversas paredes e pisos de mármore e um grande acervo de obras de arte, sem contar as colunas de granito e os afrescos no teto.

Além disso, a coroa de São Estevão e o cetro real estão em exposição no Parlamento, devidamente escoltados por guardas reais. Com certeza, esse é um passeio imperdível!

2. Castelo de Bran, Transilvânia, Romênia

E uma visita ao Castelo do Conde Drácula, parece surpreendente? Mesmo sendo apenas um personagem da literatura, na Romênia há um castelo que combina direitinho com aquele do famoso vampiro. Coincidência ou não, diz a lenda que era a residência de um sanguinário monarca do século XV, o Vlad III.

Realidade ou ficção, o fato é que o Castelo de Bran atrai muitos visitantes, fascinados pela atmosfera misteriosa do local. O que se encontra por ali é um castelo medieval, muito bem conservado e nada assustador. Pelo contrário, está em meio a uma paisagem bucólica.

Mas como um pouco de fantasia ajuda a estimular a criatividade e imaginação, vale a pena conhecer esse Castelo e saber mais sobre as lendas que o cercam.

3. Parque Nacional do Triglav, Eslovênia

Esse é um local para curtir a perfeição da natureza. O Parque ocupa cerca de 3% de toda a Eslovênia e é a mais antiga reserva ecológica da Europa. Nele encontra-se o monte Triglav, que é a montanha mais alta do país — são quase 3 mil metros de altitude.

As atrações locais são relacionadas ao ecoturismo, como as trilhas na mata. No inverno, quando há muita neve, existem pistas de esqui nas montanhas. O parque ainda abriga o Lago Bohinj, de água azuis e muito limpas, com ponte e casas de pedra ao seu redor: é um verdadeiro cenário de contos de fadas.

4. Parque Nacional dos Lagos de Plitvice, Croácia

Considerado por muitos o lugar mais bonito da Croácia, o Parque está apenas 150 km de distância da capital Zagreb. A floresta, em torno dos lagos de águas cristalinas em tons turquesa, cria um cenário exuberante.

A paisagem se completa com diversas cachoeiras, pontes de madeira e trilhas em meio à natureza. Os seus mais de 200 km de extensão precisam de alguns dias para uma visita completa. Mas para quem não tem muito tempo, em um dia já é possível apreciar seus encantos.

Na entrada há mapas com percursos que estão liberados para visitação. Uma recomendação: apesar da limpidez dos lagos, o banho é proibido, por ser uma área de proteção ambiental.

5. Centro Histórico de Tallinn, Estônia

Mais um cenário que parece saído diretamente dos livros infantis. O pequeno centro histórico da capital da Estônia é Patrimônio Cultural da Humanidade, pela Unesco. Em um dia, é possível passear por suas ruas com construções medievais — uma verdadeira viagem de volta no tempo.

A maior quantidade de atrações está na praça Raekoja Plats, com quase mil anos de história. Nessa região, há charmosos restaurantes e cafés. O prédio da prefeitura em estilo gótico, do século XIV, e a Igreja Luterana Toomkirik, do século XIII, são alguns dos destaques históricos que os visitantes encontram pelo caminho.

Por falar em caminho, se perder por entre as ruazinhas com as suas construções de pedra pode render grandes descobertas.

E então, gostou do nosso conteúdo sobre o Leste Europeu? Que tal compartilhá-lo em suas redes sociais?