Turismo em Moscou: 7 interessantes curiosidades sobre a cidade

  • Post Author:
  • Post Category:Blog
Turismo em Moscou: 7 interessantes curiosidades sobre a cidade

Moscou é uma das cidades mais populosas do mundo, com aproximadamente 11 milhões de habitantes. Mas, quais são os diferenciais que ela oferece? Ao fazer turismo em Moscou o visitante pode conhecer suas extensas ferrovias, visitar o museu da vodka e desvendar a história por trás das obras arquitetônicas.

A cidade tem muito a oferecer aos seus visitantes, sendo uma ótima opção de viagem de incentivo para parceiros e equipes de negócios. Veja 7 curiosidades sobre o local:

1. Ferrovia mais longa do mundo

A cidade de Moscou possui a ferrovia mais longa do mundo, a Transiberiana, com 9,2 mil quilômetros de trilhos. O trajeto completo exige aproximadamente 6 dias para chegar até Vladivostok. Uma curiosidade nesse percurso é que o passageiro atravessará 7 fusos horários, já imaginou?

2. Estações de metrô profundas

As estações de metrô de Moscou são belíssimas e trazem outra particularidade: são profundas e com extensas escadas rolantes.

É uma grande aventura percorrer a cidade de metrô, já que o turista precisará desvendar o que está escrito nas placas de indicação em cirílico (outra forma de escrita).

3. Clima com diferenças extremas de temperatura

O inverno em Moscou é rigoroso, chegando a alcançar a temperatura média de 15 ºC negativos. Porém, o frio intenso também reserva paisagens diferenciadas, como a oportunidade de avistar a cidade a partir da Colina dos Pardais. Desse ponto é possível vislumbrar a Universidade Estatal de Moscou coberta de neve.

Já o verão é quente, com temperatura média de 25 ºC. Ou seja, é preciso se preparar com roupas adequadas para visitar o local.

4. Apreciação da culinária Japonesa

Os moradores de Moscou apreciam muito a culinária japonesa. Por isso, é fácil encontrar um restaurante que oferece sushi em cada rua que o visitante passa.

5. Construções históricas diferenciadas

Ao fazer uma viagem de turismo em Moscou é impossível não reparar nas construções históricas da cidade. A população é, em sua grande maioria, ligada à Igreja Ortodoxa Russa.

Por isso, para conhecer a cultura local pode-se visitar a Catedral São Basílio. Ela fica na Praça Vermelha (Krasnaya), onde o mausoléu de Lênin está exposto.

A catedral foi construída por volta de 1555 e foi considerada o mais alto edifício da cidade até o final do século XVI. As cúpulas coloridas e seu formato chamam a atenção de qualquer turista em Moscou. Ela possui galerias estreitas e diversos ícones. A catedral resistiu ao período soviético, por isso é uma marca histórica no país.

Perto da praça Vermelha também é possível visitar o Museu Histórico Estatal, que apresenta roupas e carruagens da dinastia dos Romanov. É uma verdadeira viagem no tempo!

6. Sede do Teatro Bolshoi

Para quem aprecia cultura, não pode deixar de visitar a sede do Teatro Bolshoi, o principal palco do balé no mundo. Ele tem uma construção neoclássica da época de 1825.

7. Museu da Vodka

Impossível fazer turismo em Moscou e não conhecer o Museu da Vodka, tradicional bebida do país.

Ela faz parte das principais comemorações dos russos, desde nascimentos até funerais. Ao visitar o museu, você pode ver uma réplica de um bar do século XIX. É ali que você vai aprender o verdadeiro jeito russo de beber vodka.

Há ainda uma garrafa de 1861 com a bebida dentro. Sua raridade está no fato de que sobreviveu à proibição de Lenin de 1914, quando ele mandou destruir tudo que tivesse relação com outros regimes.

Enfim, ao fazer turismo em Moscou é possível viajar no tempo e conhecer belíssimas construções históricas e ainda passear na ferrovia mais longa do mundo, um ótimo roteiro para presentear os seus colaboradores. Gostou deste post? Aproveite para compartilhar essas dicas em suas redes sociais!